China Russia Alemanha Espanha Franca Inglaterra Dinamarca Portugal

Prestação de Contas e Relatório de Gestão 2017 aprovados por unanimidade

Adicionada: 24 de Abril 2018

Mini_0

O executivo municipal de Mesão Frio aprovou, por unanimidade, os documentos da prestação de contas e o relatório de gestão fianceira referentes ao ano 2017, na reunião ordinária do dia 19 de abril. Os documentos demonstram que o executivo municipal, liderado pelo Partido Socialista, executou uma política de grande exigência financeira, com a redução da dívida de curto, médio e longo prazos, com a estabilização das despesas correntes e com um bom aproveitamento da poupança da receita corrente para investimento. Também as obrigações da Câmara Municipal a fornecedores foram cumpridas num prazo médio de 68 dias. Para o presidente da Câmara Municipal, Alberto Pereira, “as contas apresentadas vêm na linha do caminho traçado ao longo dos últimos oito anos. Mais uma vez, a dívida a terceiros diminuíu para cerca de 5,9 milhões, estando neste momento, 430 mil euros abaixo do limite de endividamento. Apesar das receitas serem equivalentes às do ano anterior, as despesas em investimentos efetuados foram superiores em mais de meio milhão de euros”, referiu, mostrando-se satisfeito e confiante com o equilíbrio financeiro alcançado: “É este o caminho que queremos continuar a percorrer, consolidando cada vez mais as contas públicas e aumentando o investimento em infraestruturas que contribuam para o bem estar das nossas populações”. É de realçar que nos últimos oito anos, os encargos financeiros anuais com juros da dívida pública caíram de 311 mil euros para 60 mil euros. Este valor e outros, decorrentes da diminuição das despesas correntes, têm sido canalizados para investimento. O atual executivo demonstrou que em 2017 se continuou a manter um efetivo controlo orçamental, marcado pelo princípio do rigor e da prudência, evidenciando uma elevada taxa de execução da receita e da despesa. Neste quadro de consolidação financeira, Mesão Frio tem hoje mais infraestruturas e novos recursos, fundamentais para se manter no caminho do progresso, tendo como primeiro plano, nesta política de proximidade, a vertente social e humanista.



Newsletter

Fique a par de todas as novidades. Subrescreva a nossa newsletter.